Identidade de Gênero/sexo de Atletas e Sedentários

Por: Cinara Sacomori e Fernando Luiz Cardoso.

Revista Brasileira de Ciências do Esporte - v.34 - n.4 - 2012

Send to Kindle


Resumo

Existem diferenças no processo de estruturação da identidade de gênero/sexo de atletas e não-atletas? Este estudo teve como objetivo comparar a identidade de gênero/sexo au- topercebida e autoquantificada de atletas de diferentes modalidades (180 homens e 180 mulheres) em relação a sedentários (22 homens e 22 mulheres), no tocante a personalidade e preferências lúdicas da infância. Os homens se perceberam mais masculinos e as mulheres mais femininas. Encontraram-se mais mulheres não heterossexuais do que homens, entre as atletas. Os homens assumiram-se mais propensos a gostar de quebrar as regras e sonhavam em ser campeão esportivo quando crianças. As atletas mulheres que brincaram mais com meninos na infância se avaliaram como mais masculinas, ousando em transgredir as fronteiras dos papéis de gênero, o que pode ter facilitado o interesse delas pelo treinamento esportivo.

Endereço: http://rbceonline.org.br/revista/index.php/RBCE/article/view/1109

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.