Identificação das Variáveis Técnico-táticas Ofensivas do Handebol na Categoria Infantil na Visão de Treinadores Experientes

Por: M. G. Madeira e R. P. Menezes.

IX Congresso Internacional de Educação Física e Motricidade Humana XV Simpósio Paulista de Educação Física

Send to Kindle


Resumo

O handebol é caracterizado como um jogo esportivo coletivo (JEC) de invasão no qual os jogadores desenvolvem suas ações de acordo com a fase do jogo (ataque, defesa, transições). A tomada de decisão dos jogadores varia de acordo com: o domínio de elementos técnicos e técnico-táticos; as capacidades relacionadas à percepção e à antecipação; o método de ensino adotado pelo treinador, que possui papel central na relação treino-jogo. Diante da complexidade e imprevisibilidade do cenário técnico-tático do jogo é necessário identificar as variáveis mais relevantes que possam influenciar o processo de ensino-aprendizagem-treinamento (EAT). O objetivo deste estudo foi mapear as variáveis técnicotáticas ofensivas relevantes para a análise de jogo na categoria infantil (sub-14) do handebol a partir do discurso de treinadores experientes. Seis treinadores foram entrevistados (entrevista semiestruturada), cujos discursos foram tabulados e analisados de acordo com o método do Discurso do Sujeito Coletivo (DSC). Os resultados apontaram que as variáveis ofensivas mais relevantes nessa categoria são: a) elementos técnicos (passe, arremesso, recepção, drible) e técnicos-táticos (finta, trajetória, desmarque, mudanças de direção); b) noção da utilização do espaço e continuidade do jogo; c) utilização desses elementos a partir da observação do jogo adversário. A partir desse mapeamento observamos que os treinadores consideram importante que os jogadores compreendam o ambiente de jogo de uma forma complexa, a partir da interação entre os elementos técnicos e técnico-táticos com a sua adequabilidade às situações impostas pelos adversários. Os elementos apontados por esses podem servir como ponto de partida para uma análise técnicotática mais específica da dinâmica do jogo na categoria infantil. Os treinadores apontam a preocupação com a utilização do espaço e a continuidade do jogo ofensivo de maneira contextualizada e pautada nas possibilidades oferecidas pelos adversários, o que requer a utilização e o desenvolvimento de diferentes elementos e capacidades. Assim, os treinadores esperam que seus jogadores compreendam a sucessão de fases do jogo, cuja continuidade do processo defensivo seja um possível contra-ataque e, não sendo efetivo, que haja continuidade no jogo posicional. Entende-se que as variáveis apontadas neste trabalho são relevantes para pautar o processo de EAT nessa categoria e podem subsidiar um modelo inicial de análise do jogo específico a essa, observando as características mais relevantes apontadas pelos treinadores. 

Endereço: http://www.periodicos.rc.biblioteca.unesp.br/index.php/motriz/article/view/10060/10060

Tags:

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.