Identificação do Lactato Mínimo e Glicose Mínima em Indivíduos Fisicamente Ativos

Por: Carmen Sílvia Grubert Campbell, Herbert Gustavo Simões, Silvia Alexandra Lima Yamaguti e Thomas Nilton Teixeira Souza.

Revista Brasileira de Ciência & Movimento - v.11 - n.2 - 2003

Send to Kindle


Resumo

Os protocolos do Lactato Mínimo (LM) e Glicemia Mínima (GM) têm sido utilizados para avaliação aeróbia em corredores. O objetivo deste estudo foi comparar a identificação do limiar anaeróbio de 4mmol.l-1 de lactato sangüíneo com o LM e GM determinados em teste de pista para indivíduos não atletas, utilizando-se de um sprint de 150 m como forma de indução prévia de hiperlactacidemia. Os voluntários (n=13) realizaram os seguintes testes de corrida: 1) LM e GM – 8 séries progressivas de 800m após indução de acidose lática por meio de um sprint de 150 m. As velocidades correspondentes à menor concentração de lactato sangüíneo e glicemia durante o teste incremental foram consideradas como VLM e VGM, respectivamente; 2) Velocidade correspondente à concentração de 4mmol.l.- 1: interpolação entre as velocidades de corrida e valores de lactato pico obtidos em 2 x 1200 m progressivos para identificação da V4mmol.l-1. Não foram verificadas diferenças significantes entre VLM, VGM e V4mmol.l-1, e os valores de freqüência cardíaca (FC) correspondentes a VLM, VGM e V4mmol.l-1 também não diferiram entre si (p>0,05). Concluímos que é possível identificar a velocidade de corrida e a FC correspondentes ao LM e GM em não atletas utilizando-se do protocolo proposto. PALAVRAS-CHAVE : lactato mínimo, glicemia mínima, limiar anaeróbio.

Endereço: http://portalrevistas.ucb.br/index.php/RBCM/issue/view/45

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.