Idosos de Hoje, Atletas Olimpicos do Passado

Por: Maria Rita Cardoso Gomes.

2006 16/02/2006

Send to Kindle


Resumo

Esta pesquisa tem como objetivo resgatar através da memória de idosos que foram atletas medalhistas olímpicos, lembranças referentes a experiências por eles vividas e, a partir de interpretações, compreender as percepções, sentimentos e significados dessas experiências vivenciadas para eles, assim como, a sua conservação e evocação ao longo da vida e na fase do envelhecimento. Para concretizar esse estudo, a participação profissional como fisioterapeuta, o contato com o esporte, especificamente com atletas olímpicos e idosos, foram fundamentais e de grande motivação para a realização do mesmo. A realização da pesquisa deu-se por natureza qualitativa, utilizando-se a história oral, a partir da técnica de depoimento pessoal para a coleta dos dados de 7 atletas medalhistas olímpicos, na faixa etária de 63 a 80 anos. Os resultados do estudo mostraram que essa experiência no esporte foi vivida intensamente por esses sujeitos desde a infância até a idade adulta, a ponto de se constituir um momento específico e inesquecível ao subirem ao pódio para receberem suas medalhas, o qual jamais foi esquecido. As reflexões dessas experiências acompanham suas trajetórias de vida, interagindo em suas decisões. O significado marcante dessa trajetória levou-os a conservarem vivas suas memórias gloriosas através do resgate ao longo da vida e agora, com maior freqüência, na velhice. Dessa forma, lhes permitem valorizar o passado em detrimento de um presente que não responde às suas necessidades de auto-estima, amor e da valorização das experiências em nível familiar e social.

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.