Imagem Corporal do Atleta: a Experiência da Dor Física no Esporte de Rendimento

Por: Petrucio Venceslau de Moura.

103 páginas. 2011 01/12/2011

Send to Kindle


Resumo

A imagem corporal constitui um valoroso instrumento para compreender o homem considerando todas as suas dimensões, pois ela é a unidade representativa do corpo que aparece para a mente. Desta forma, este estudo tem por objetivo, compreender a construção da imagem corporal do atleta de rendimento considerando as características e nuances da dor física originada na experiência vivida em diferentes modalidades esportivas. Trata-se de uma pesquisa do tipo qualitativa de campo, na qual participaram 52 atletas de rendimento, sexo feminino, integrantes das principais equipes pernambucanas de voleibol, futsal e basquete, considerando a classificação nos campeonatos de nível estadual com base no ano de 2010. Para alcançar o objetivo proposto, foi necessário caracterizá-las quanto aos aspectos socioculturais e econômicos, quanto à experiência vivida com o fenômeno esportivo, quanto às características da dor física sentida em sua experiência esportiva como a freqüência de ocorrência, duração, origem, tipo, localização, formas de controle ou tratamento e quanto aos significados atribuídos a esta sensação no ambiente esportivo. Estes dados foram obtidos por intermédio da aplicação de questionários auto-aplicáveis, a Escala visual analógica da dor (EVA) e um roteiro de entrevista semi-estruturada. Os dados foram analisados mediante aplicação de estatística descritiva e da técnica de análise de conteúdo de Bardin. Quanto à presença da dor física no esporte de rendimento, esta apresentou freqüência de atuação moderada nos momentos de treinamento e competição, mas de interferência relevante no desempenho esportivo, na concepção das atletas. Quanto à ocorrência de lesões esportivas, todas as atletas declararam já ter sofrido este evento traumático, com predominância das entorses e das lesões envolvendo os membros inferiores. Quanto à caracterização dos eventos dolorosos, considerando a modalidade esportiva, o basquetebol apresentou maior intensidade de dor sofrida e maior variedade tanto na quantidade de diferentes tipos de lesão quanto nas diferentes áreas corporais lesionadas. Além disso, foi constatado que a dor na visão das atletas é um elemento natural à busca pela vitória, podendo ser reconhecido como elemento limitante ou fonte de prazer quando a limitação passível de ser superada. O retorno às atividades após período de recuperação da lesão é composto pela necessidade de reconhecer as novas características da estrutura corporal e de retomar o que fora perdido no período de afastamento. Neste contexto, destaca-se que a caracterização da dor física nos diferentes esportes permitiu ampliar a compreensão no que diz respeito às demandas físicas, psicológicas e sociais da experiência esportiva.   
 

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.