Impacto de Um Programa Estruturado de Fisioterapia Aquática em Idosas com Osteoartrite de Joelho

Por: Wellington Fabiano Gomes.

101 páginas. 2007 20/03/2007

Send to Kindle


Resumo

A osteoartrite de joelho é uma síndrome articular freqüente em idosos que acomete principalmente as mulheres e pode causar graves limitações funcionais, tornando-se um sério problema de saúde pública com o aumento da população idosa. A Fisioterapia Aquática é comumente indicada para o tratamento de doenças reumáticas, especialmente para a osteoartrite. Objetivo: investigar o impacto da Fisioterapia Aquática sobre a dor, funcionalidade e função muscular de idosas com osteoartrite de joelho. Métodos: Setenta e três voluntárias com 65 anos e mais foram distribuídas aleatoriamente entre o grupo intervenção (37) que realizou tratamento em piscina aquecida (2x/semana, 6 semanas, 50 minutos) e grupo controle (36) que recebeu somente protocolo educacional. Foram analisados o desempenho muscular (força, potência e resistência) do quadríceps e isquiosurais por meio do dinamômetro isocinético, além da dor, rigidez articular e função física pelo do questionário WOMAC. Resultados: Os dados foram analisados com o pacote estatístico SPSS 12.0 e foi considerado um nível de significância estatística de 5% (valor- =0,05). Na avaliação final, após seis semanas, o grupo que recebeu Fisioterapia Aquática apresentou melhora da dor (p=0,008), funcionalidade (p=0,004), força e potência dos isquiosurais (p=0,005 e p=0,001). Conclusão: este estudo demonstrou que um programa de Fisioterapia Aquática resulta em melhora significativa da dor, funcionalidade, força e potência dos isquiosurais em idosas com osteoartrite de joelho.

Endereço: http://www.bibliotecadigital.ufmg.br/dspace/handle/1843/MSMR-78QHVB

Ver Arquivo (PDF)

Tags:

Comentários


:-)





© 1996-2020 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.