Impacto do Surf e Seu Primeiro Contato em Principiantes

Por: Jéssica Hotts Cavasson, Luciene Alvarintho Almeida e Salvador Inácio da Silva.

VIII Congresso Brasileiro de Atividades de Aventura - CBAA

Send to Kindle


Resumo

Não se sabe exatamente em que momento se deu a origem do surf, entretanto, essa prática já vinha sendo executada pelos povos polinésios, que praticamente povoaram todas as ilhas do Oceano Pacífico e do Litoral Pacífico das Américas. Acreditava-se que a prática do mesmo libertava as energias negativas e ao mesmo tempo, ocorria um culto ao espírito do mar em sua cultura original. A disciplina de teoria e prática do lazer II, vinculada ao Núcleo de Recreação e Lazer e ao curso de Educação Física da Uiversidade Vila Velha; oportuniza aos acadêmicos várias atividades de aventura; como: trilhas, rafting, rapel, surfe, bodyboard e outras. Geralmente são os primeiros contatos do acadêmico com as práticas corporais de aventura na natureza. Nesse contexto, questiona-se: O que as atividades de aventura na natureza oportunizam aos alunos que as fazem pela primeira vez? Quais são as impressões que se destacam nas suas falas após a vivência com o surfe? Este trabalho tem como objetivo, verificar o impacto causado aos acadêmicos do curso de educação física quando optam pelo primeiro contato com o surfe como prática do lazer de aventura. Sua relevância está em oportunizar aos acadêmicos da disciplina supracitada, a relação mais próxima da teoriaprática-teoria; onde caminhamos com reflexões e debates sobre a atividade de aventura. Como procedimento metodológico, foi utilizado o descritivo-exploratório. Inicialmente ressalta-se o ensino parcial dos fundamentos teóricos e práticos, onde os principiantes tiveram uma percepção real do cenário do surfe como a areia, a prancha, a água e os primeiro movimentos. Começando pelos movimentos mais simples, evoluindo gradativamente para os movimentos com nível de dificuldade maior, o professor da escolinha de surfe desenvolveu uma aula técnica-pedagógica levando um acadêmico por vez ao mar. Todos conseguiram vivenciar o surfe, destacando o equilíbrio sobre a prancha e sobre as ondas como a principal dificuldade para os iniciantes. Concomitante a esta percepção, foram identificadas algumas palavras que se repetiam nas falas dos acadêmicos participantes como: prazer, diversão, desafio e adrenalina. Podendo acrescentar ainda, o desejo de praticar novamente a atividade, como prática do lazer de aventura, assim como, atividade esportiva.

Endereço: http://cev.org.br/biblioteca/anais-do-viii-congresso-brasileiro-de-atividades-de-aventura-cbaa

Tags: ,

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.