Impacto de Um Treinamento Aeróbio Sobre a Flexibilidade Dorso Lombar e Posterior de Coxas de Mulheres Entre 30 e 60 Anos

Por: Giulliana Cantisani e .

XI Congresso de Educação Física e Ciências do Desporto dos Países de Língua Portuguesa

Send to Kindle


Resumo

Ní ve i s a d e q u a d o s d e fl ex i b i l i d a d e s ã o f u n d ame n t a i s p a ra o b om
funcionamento músculo-esquelético, contribuindo para a preservação de
músculos e articulações saudáveis ao longo da vida. Assim, a prática regular
de programas de exercícios físicos voltados para o desenvolvimento ou
manutenção da flexibilidade ou, até mesmo, de outros importantes
componentes da aptidão física relacionada à saúde pode exercer papel
extremamente relevante ao longo da vida. O objetivo deste estudo é verificar
o impacto de um treinamento aeróbio sobre a flexibilidade dorso lombar e
posterior de coxas. A metodologia decorre de um estudo transversal, em
30 mulheres entre 18 e 65 anos, média de idade de 35,00+14,55 anos
participantes das sessões de ginástica aeróbia com freqüência de 2 vezes/
sem. no projeto de extensão da UFPB, submetidos ao teste de flexibilidade
sentar e alcançar, sob o Protocolo de POLLOCK e WILMORE (1993). O plano
analítico utilizou programa SPSS 13.00, para estatística descritiva e
inferencial. Os resultados de média e desvio padrão, valor máximo e valor
mínimo, respectivamente foram os seguintes: flexibilidade 31,0+ 8,3cm,
43cm, 13 cm; o coeficiente "r" de Pearson indicou haver moderadas
correlações entre as variáveis tipo de atividade física e flexibilidade (r=
0,657), indicando que este treinamento não está associado aos melhores
níveis de flexibilidade. Conclusão: De acordo com a classificação dos testes
de flexibilidade proposto por POLLOCK ...Ní ve i s a d e q u a d o s d e fl ex i b i l i d a d e s ã o f u n d ame n t a i s p a ra o b om
funcionamento músculo-esquelético, contribuindo para a preservação de
músculos e articulações saudáveis ao longo da vida. Assim, a prática regular
de programas de exercícios físicos voltados para o desenvolvimento ou
manutenção da flexibilidade ou, até mesmo, de outros importantes
componentes da aptidão física relacionada à saúde pode exercer papel
extremamente relevante ao longo da vida. O objetivo deste estudo é verificar
o impacto de um treinamento aeróbio sobre a flexibilidade dorso lombar e
posterior de coxas. A metodologia decorre de um estudo transversal, em
30 mulheres entre 18 e 65 anos, média de idade de 35,00+14,55 anos
participantes das sessões de ginástica aeróbia com freqüência de 2 vezes/
sem. no projeto de extensão da UFPB, submetidos ao teste de flexibilidade
sentar e alcançar, sob o Protocolo de POLLOCK e WILMORE (1993). O plano
analítico utilizou programa SPSS 13.00, para estatística descritiva e
inferencial. Os resultados de média e desvio padrão, valor máximo e valor
mínimo, respectivamente foram os seguintes: flexibilidade 31,0+ 8,3cm,
43cm, 13 cm; o coeficiente "r" de Pearson indicou haver moderadas
correlações entre as variáveis tipo de atividade física e flexibilidade (r=
0,657), indicando que este treinamento não está associado aos melhores
níveis de flexibilidade. Conclusão: De acordo com a classificação dos testes
de flexibilidade proposto por POLLOCK ...

Endereço: http://citrus.uspnet.usp.br/eef/uploads/arquivo/66_Anais_p303.pdf

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.