Impactos do Turismo e Qualidade de Vida: Uma Avaliação da Satisfação com a Vida no Município de Ouro Preto (mg)

Por: Bruno Lima Machado.

XXVII Enarel - Encontro Nacional de Recreação e Lazer

Send to Kindle


Resumo

A promoção da qualidade de vida vem se tornando uma das principais pretensões da humanidade. Ela vem ganhando campo junto às diversas organizações/ instituições políticas, tendo sido assumida pela Organização das Nações Unidas (ONU) como o grande objetivo a ser alcançado no século XXI, e também vem sendo campo de estudo no meio acadêmico, inclusive no contexto do lazer, com intuito de entender suas implicações na vida de cada indivíduo, o qual está inserido no ambiente social, e suas relações que são implícitas nesse convívio comunitário. A Organização Mundial da Saúde (OMS) diz que a qualidade de vida pode ser percebida por cada indivíduo através de seu lugar na vida, pelo seu contexto cultura e pelo sistema de valores em que vive e, também, em correspondência a suas expectativas, seus princípios e suas ansiedades. Partindo dessa afirmativa da OMS, pressupõe-se que os indivíduos que compõe um destino turístico percebem a influência do turismo na qualidade de vida dos mesmos, apontando, assim, uma relação estreita. Sendo assim, o objetivo geral do estudo é avaliar a satisfação com a vida através das relações existentes entre os impactos gerados pelo turismo e a percepção da qualidade de vida por parte da comunidade residente do município de Ouro Preto (MG). A escolha deste destino turístico como objeto de estudo se dá por sua importância no cenário do turismo histórico, cultural e arquitetônico brasileiro, sendo ele Patrimônio Cultural da Humanidade, título concedido pela UNESCO desde 1980. Para concretizar a pesquisa, adotar-se-á como procedimento metodológico o caráter quali-quantitativo, com natureza descritiva. A pesquisa passará por três estudos distintos que se relacionam: o primeiro será a aplicação de uma entrevista com o intuito de apontar e descrever quais são os principais impactos gerados pelo turismo de acordo com a percepção dos representantes desta atividade (poder público e privado); o segundo será a aplicação de um questionário com a finalidade de identificar a percepção da qualidade de vida (bem-estar material, comunitário, emocional e segurança/saúde) por parte da população que trabalha diretamente com o turismo (guias de turismo, recepcionistas de hotel, etc.); e no terceiro estudo ocorrerá o confronto de ideias através de um grupo focal apresentando os resultados do primeiro e do segundo estudo com o propósito de se obter uma avaliação da satisfação com a vida de uma forma geral

Endereço: http://cev.org.br/biblioteca/anais-27-enarel/

Comentários


:-)





© 1996-2021 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.