Impulsão Vertical de Jogadores de Futebol Sub- 20 do Interior de São Paulo Atuantes em Diferentes Posições

Por: C. A. S. Junior, D. J. Souza, K. F. Julio e R. S. Almeida.

IX Congresso Internacional de Educação Física e Motricidade Humana XV Simpósio Paulista de Educação Física

Send to Kindle


Resumo

Diversos estudos são realizados para verificação da força de membros inferiores, atualmente verifica-se que as equipes estão planejando os treinamentos físicos de forma específica no futebol, uma avaliação individual de cada posição e de cada variabilidade é fundamental para que a periodização seja feita e consequentemente melhora do rendimento de cada atleta. Essa especificidade se torna necessário uma vez que cada posição apresenta uma capacidade física diferente. O presente trabalho teve como objetivo verificar qual posição apresenta melhor impulsão vertical dentro de uma equipe de futebol da categoria SUB 20. Foram avaliados vinte atletas do gênero masculinos sendo cinco atacantes, dois goleiros, três laterais, quatro meias, três volantes e três zagueiros. A idade média do grupo foi de 18 ± 0,7 anos, 1,74 ±0,06 cm de altura, 67 ±6,7 Kg. A pesquisa foi realizada no Comercial Futebol Clube da cidade Tietê, clube que disputa a segunda divisão do Campeonato Paulista sub 20. Para estatura foi utilizada uma fita métrica com comprimento de 150 cm e para o peso uma balança da marca Speedo com capacidade para 150kg e precisão de 100 g. Após a avaliação de peso e estatura, os atletas foram submetidos ao teste de impulsão vertical que foi realizado da seguinte maneira: O avaliado deve estar em pé, de lado pra a parede, com os braços estendidos acima da cabeça. Nessa posição deve marcar com pó de giz o ponto mais alto em que possa alcançar em seguida realizar uma pequena flexão de joelho e saltar o mais alto que conseguir, no momento do salto deve demarcar a parede com pó de giz colocado nas pontas dos dedos, após três tentativas escolhe o maior valor alcançado e subtrair o valor inicial pelo valor alcançado no salto. Os resultados nos mostram que em média o grupo alcançou uma distância de 52 ± 5,31 cm, quando dividimos o grupo por posição temos os atacantes alcançando uma média de 52 cm, os goleiros 57,5 cm, os laterais 49,8 cm, os meias 55,2 cm, os volantes 51,5 cm e os zagueiros 51,2 cm. Concluímos que os goleiros apresentaram o melhor desempenho quando comparados às demais posições, esse resultado corrobora com outros estudos que apresentam os resultados semelhantes, isso provavelmente se dá devido ao tipo de treinamento que os goleiros são submetidos, a base é salto e força de membros inferiores, tendo em vista que essa posição necessita de muita impulsão vertical durante uma partida.

Endereço: http://www.periodicos.rc.biblioteca.unesp.br/index.php/motriz/article/view/10060/10060

Comentários


:-)





© 1996-2020 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.