Incapacidade em Atividades Instrumentais de Vida Diária em Idosos: Diferenças de Gênero

Por: Daniella Pires Nunes, Jair Lício Ferreira Santos, Ligiana Pires Corona, Maria Lúcia Lebrão, Tiago da Silva Alexandre e Yeda Aparecida de Oliveira Duarte.

Revista de Saúde Pública - v.48 - n.3 - 2014

Send to Kindle


Resumo

Analisar diferenças de gênero na incidência e determinantes de incapacidade em atividades instrumentais de vida diária em idosos.Os dados são provenientes do Estudo Saúde, Bem-Estar e Envelhecimento. Em 2000, 1.034 idosos sem dificuldades nas atividades instrumentais de vida diária foram selecionados. As características verificadas na linha de base foram: sociodemográficas, comportamentais, estado de saúde, quedas e fraturas, internações, sintomas depressivos, cognição, força, mobilidade, equilíbrio e percepção de visão e audição. Atividades instrumentais, como fazer compras, cuidar do próprio dinheiro e da própria medicação, utilizar meios de transporte e telefone, foram reavaliadas em 2006 e os casos incidentes de incapacidade foram considerados como desfecho.

Endereço: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_abstract&pid=S0034-89102014000300379&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.