Incidência, Tipo e Natureza das Lesões dos Atletas do Rúgbi São José na Temporada de 2014

Por: Benno Ejnisman, Carlos Vicente Andreoli e Luiz Henrique de Toledo.

Revista Brasileira de Medicina do Esporte - v.21 - n.3 - 2015

Send to Kindle


Resumo

introdução: O rúgbi será incluído novamente como esporte olímpico nos Jogos Olímpicos Rio 2016 e seus atletas apresentam alta incidência de lesões em virtude das características do esporte. Objetivo: Reportar a incidência, local, natureza, tratamento das lesões e o tempo de afastamento de atletas do Rúgbi São José na temporada de 2014 em função das lesões. Métodos: Foi realizado um estudo transversal com 62 atletas do rúgbi, sendo identificados como principais fatores de risco para lesões na temporada de 2014 a existência de lesões prévias, idade, tempo de prática do rúgbi , IMC elevado, posição de jogo, horas de treino semanal e frequência de treinamento em academia. Resultados: As principais lesões encontradas foram lesões articulares nos membros inferiores. Conclusão: Encontramos alta incidência de lesões nos atletas do Rúgbi São José, com predomínio das lesões articulares dos membros inferiores, sendo os principais fatores de risco a idade mais avançada, maior tempo de prática do rúgbi, IMC elevado, maior tempo de treino semanal e hábito de frequentar academia de musculação, além de presença de lesões prévias e a posição de jogo na “linha”

Endereço: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_abstract&pid=S1517-86922016000200097&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt

Ver Arquivo (PDF)

Tags:

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.