Inclusão Escolar: Um Estudo da Formação Continuada dos Professores de Educação Física na Cidade de Araraquara-SP

Por: Neusa Aparecida Mendes Bonato.

143 páginas. 2009 06/03/2009

Send to Kindle


Resumo

Aluno(a):     Tipo:    Defesa-Doutorado Data:    06/03/2009

No ano de 2001 foi criado pelo MEC o Programa Nacional de Educação Física Adaptada, visando assegurar o acesso e permanência de alunos com necessidades educacionais especiais, com efetiva participação nas aulas de Educação Física. A partir daí no ano de 2004, a Diretoria de Ensino da Região de Araraquara, através de sua oficina pedagógica, ofereceu curso de capacitação aos professores de Educação Física sobre a inclusão desses alunos. Portanto, esse estudo objetivou verificar ocorrência de cursos de formação continuada na área de Educação Física com a temática Inclusão Escolar e quantos professores participaram, que níveis de escolaridade atuam, e qual foi o tipo de repercussão em sua prática escolar. Procurou-se também caracterizar essa Diretoria situando-a desde o início de sua implantação, averiguando as ações das políticas públicas de inclusão e formação continuada. Como abordagem metodológica utilizou-se a pesquisa qualitativa com o foco no estudo de caso, tendo como participantes, 57 Professores de Educação Física, 27 escolas estaduais da cidade de Araraquara-SP, seus respectivos diretores e/ou coordenadores pedagógicos e um exdirigente de ensino dessa Diretoria. A coleta de dados foi realizada através de questionários com perguntas abertas e fechadas para os Professores de Educação Física, diretores e/ou coordenadores pedagógicos das escolas e entrevista semi-estruturada com o ex-dirigente de ensino. Os dados mostraram que dos 59 Professores de Educação Física que atuam nas escolas, 57 deles foram participantes da presente pesquisa, e deste total, 20 realizaram o curso de formação continuada relacionado à temática Educação Física Adaptada e Inclusão Escolar oferecido pela Oficina Pedagógica, sendo que 1 participou de curso não relacionado à área da Educação Física e 37 não participaram de nenhum curso. As respostas dos professores sobre as necessidades que possuem para promover a inclusão de alunos com deficiência nas aulas de Educação Física, 38 deles responderam que a formação continuada é necessária para um atendimento de qualidade a esses alunos. Esse estudo mostrou que, no ano de 2007, a cidade de Araraquara possuia 27 escolas estaduais e atendem 22.762 alunos no Ensino Fundamental e Médio, dentre os quais, 150 com deficiência, verificando uma maior incidência desses alunos no Ciclo I (1ª a 4ª série) do ensino fundamental, mostrando-se que a inclusão está acontecendo de forma bastante tímida, tanto em relação aos cursos de formação oferecidos aos professores, quanto a inclusão desses alunos no ensino regular. Considera-se, portanto, que cada aluno deve ser respeitado em sua diversidade, levando-se em conta o processo e não produto, uma vez que a inclusão não se resume apenas à escola, e a formação do professor se faz condição ímpar para viabilizar mudanças significativas para uma educação igualitária e de qualidade para todos. A Educação Física, nesse processo, pode propiciar através de seus conteúdos, estratégias e metodologias adequadas, um ganho significativo no sentido de pertencer a um grupo. Palavras-chave: Educação Física. Educação 

Endereço: http://www.fclar.unesp.br/#!/pos-graduacao/stricto-sensu/educacao-escolar/teses-e-dissertacoes/

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.