Inclusão de Pessoas com Deficiência nos Projetos de Extensão de Práticas Corporais da Universidade Federal de Goiás

Por: Amanda Fonseca de Lima, Marlini Dorneles de Lima, Maycon Vasconcelos Cunha, Oromar Augusto dos Santos Nascimento e Vanessa Helena Santana Dalla Déa.

Pensar a Prática - v.16 - n.4 - 2013

Send to Kindle


Resumo

A inclusão das pessoas com deficiência nos mais diferentes contextos sociais é um direito. O presente artigo tem como objetivo apresentar como acontece a inclusão destas pessoas nos projetos de extensão da UFG, categorizando formas de inclusão e o perfil das pessoas incluídas. Como metodologia foi utilizada a observação sistemática e pesquisa de campo quantitativo-descritiva. Como resultado tem-se 25 pessoas com deficiência incluídas, sendo 80% nas praticas aquáticas, 16% nas praticas aquáticas e dança, e 4% fazem somente dança. Foram encontradas três formas diferentes de inclusão: inclusão automática e independente com 48% dos participantes, inclusão com dependência momentânea com 40% e inclusão com dependência permanente com apenas 12% dos participantes.


 

Endereço: http://revistas.ufg.br/index.php/fef/article/view/20237

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.