Incremento em Performance do Membro Superior Dominante Através da Exercitação do Não-dominante em Uma Tarefa Motora Complexa

Por: Fausto Antônio de Freitas.

116 páginas. 1992 02/10/1992

Send to Kindle


Resumo

O presente estudo investigou o incremento em performance no braço dominante (direito) dos sujeitos, em decorrência da exercitação do braço não dominante (esquerdo) em uma tarefa motora complexa: percorrer com o dedo indicador a superfície de um labirinto desde a entrada até a saída, sendo que os sujeitos não conheciam o labirinto e, quando das práticas, estavam com olhos vendados. A amostra utilizada para esta análise foi composta de 20 elementos do sexo masculino, todos normais, destros, alunos de uma escola municipal do Rio de Janeiro. A faixa etária deste grupo variou entre 10 e 13 anos. O grupo chamado experimental (10 sujeitos) fez a rotina de práticas nesta ordem: primeira série - braço direito - 10 vezes; segunda série - braço esquerdo - 10 vezes; terceira série - braço direito 10 vezes. O grupo controle, também composto de 10 sujeitos, fez rotina semelhante, apenas diferente no segundo bloco, quando trabalhou com o braço direito. O nível de significância para o teste da hipótese nula foi = 0.05. O tratamento dos dados utilizado foi uma análise de variância (ANOVA), modelo 2 x 2 (grupos x blocos de prática), com medidas repetidas, para verificar o efeito da manipulação das tentativas de incremento em performance com o membro dominante e o não dominante que revelou não ser significativa - F(1.18) = 0.41, P > 0.05. Para detectar diferenças entre as médias foi utilizado o teste de Turkey (a), que revelou as que os dois grupos apresentaram incremento em performance - F = 89.41, P < 0.01.

Endereço: http://www.nuteses.temp.ufu.br/tde_busca/processaPesquisa.php?pesqExecutada=2&id=1178&listaDetalhes%5B%5D=1178&processar=Processar

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.