Indicadores Antropométricos e Fisiológicos de Uma Amostra de Atletas Brasileiros de Rugby

Por: Camila de Fátima Trindade, Fabiana Andrade Machado e Paulo Victor Mezzaroba.

Revista Brasileira de Ciências do Esporte - v.35 - n.4 - 2013

Send to Kindle


Resumo

Verificou-se parâmetros fisiológicos e antropométricos de jogadores de rugby. Quinze atletas, agrupados de acordo com a posição de jogo: forwards (GF) e backs (GB) realizaram avaliação antropométrica e teste de potência anaeróbia com análise do lactato sanguíneo, frequência cardíaca e percepção subjetiva de esforço. O teste t de Student mostrou diferenças entre grupos para as variáveis antropométricas, em especial massa corporal (GF=102,6±16,0 kg; GB=80,0±6,8 kg) e massa gorda (GF=28,0±10,6 kg; GB=13,8±5,6 kg), mas não para as variáveis mensuradas no teste de potência. Além disso, o teste de correlação de Pearson mostrou influência negativa da massa gorda no tempo de teste para GF (r=0,73) e positiva da massa isenta de gordura na potência para GB (r=0,80), ressaltando que a composição corporal influencia a performance no rugby, e deve ser utilizada juntamente a parâmetros fisiológicos para discriminar posições nesta modalidade.

Endereço: http://cbce.tempsite.ws/revista/index.php/RBCE/article/view/1347/898

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.