Indicadores Antropométricos de Insatisfação Corporal e de Comportamentos Alimentares Inadequados em Jovens Atletas

Por: Leonardo de Sousa Fortes, Maria Elisa Caputo Ferreira e Sebastião Sousa Almeida.

Revista Brasileira de Medicina do Esporte - v.19 - n.1 - 2013

Send to Kindle


Resumo

INTRODUÇÃO: Altos valores de índice de massa corporal (IMC) e percentual de gordura (%G) parecem estar associados à insatisfação corporal (IC) e aos comportamentos alimentares inadequados (CAI). 
OBJETIVO: Identificar a influência de variáveis antropométricas sobre a IC e o CAI em atletas adolescentes competitivos. 
MÉTODO: Trata-se de uma análise transversal com 580 participantes com idades entre dez e 19 anos de ambos os sexos, praticantes de diversas modalidades esportivas. Aplicou-se o Body Shape Questionnaire para mensurar a IC. Utilizou-se o Eating Attitudes Test para avaliar CAI. Foram aferidas dobras cutâneas para estimar o percentual de gordura (%G). Mensurou-se peso e estatura para calcular-se o IMC. Conduziu-se regressão linear múltipla para avaliar influências das variáveis independentes sobre os desfechos do estudo. 
RESULTADOS: Os resultados evidenciaram que a IC no sexo feminino foi modulada apenas pelo %G, ao contrário do sexo masculino, em que IMC e %G, juntos, explicaram parte de sua variância (p < 0,05). O CAI no sexo masculino foi pouco influenciado pelo %G. 
CONCLUSÃO: O %G foi a única variável que influenciou a IC em ambos os sexos. Ademais, os CAI em jovens atletas parecem não ser influenciados por características antropométricas.

Endereço: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1517-86922013000100007&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt

Comentários


:-)





© 1996-2020 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.