Indicadores Antropométricos de Obesidade em Portadores da Síndrome de Down Entre 15 e 44 Anos.

Por: Ary Gomes Filho, José Fernandes Filho, Naelson Mozer Silva e Sandro Fernandes da Silva.

Revista Brasileira de Educação Física e Esporte - v.23 - n.4 - 2009

Send to Kindle


Resumo

O objetivo do presente estudo foi verificar a prevalência de sobrepeso e obesidade, a correlação entre o Índice de massa corporal (IMC) e os índices: Razão cintura quadril (RCQ) e Circunferência de cintura (CC) e comparar, entre os gêneros, a relação entre os índices em portadores da síndrome de Down (SD) com idades entre 15 e 44 anos. A amostra foi constituída por 33 portadores da SD residentes nos municípios de Itaperuna - RJ e Bom Jesus do Itabapoana - RJ, de ambos os gêneros, sendo 15 do sexo feminino com idade entre 14 e 38 anos (média ± DP; 23,8 ± 7,4 anos; IMC = 29,67 ± 5,64 kg/m2) e 18 do sexo masculino com idade entre 14 e 44 anos (média ± DP; 26,4 ± 8,4 anos; IMC = 27,68 ± 5,97 kg/m2). As medidas antropométricas de massa corporal, estatura, cintura e quadril, foram utilizadas para obtenção do IMC, da RCQ e da CC. Os níveis de associação foram verificados através do teste de Spearman e de Pearson quando apropriados e apresentaram os coeficientes de correlação mais elevados entre as variáveis IMC e CC nos grupos masculino (r = 0,926; p = 0,000), feminino (r = 0,874; p = 0,000) e também no geral (r = 0,892; p = 0,000). Assim, as associações mais fortes entre os indicadores antropométricos IMC e CC sugerem que estes indicadores integrados são bons preditores da obesidade generalizada e central, também em portadores de SD.

Endereço: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_abstract&pid=S1807-55092009000400010&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.