índice de Co-contração dos Músculos Bíceps Braquial e Tríceps Braquial Durante a Realização do Exercício de Apoio Sobre o Solo

Por: Cláudia Tarragô Candotti, éber Cardozo, Fabiana Chaise, Marcelo La Torre, Matias Noll e William Pegorini.

Pensar a Prática - v.18 - n.1 - 2015

Send to Kindle


Resumo

O objetivo deste estudo foi comparar o índice de co-contração muscular dos músculos bíceps braquial e tríceps braquial em indivíduos praticantes e não praticantes de exercício físico regular durante a realização do exercício de apoio de frente sobre o solo. A amostra foi constituída por vinte indivíduos do sexo masculino, sendo destes divididos em praticantes (n=10) e não praticantes (n=10) de exercícios físicos regulares. O protocolo de avaliação consistiu em realização (1) de duas contrações voluntárias máximas isométricas dos músculos bíceps braquial e tríceps braquial e (2) de dez repetições do exercício de apoio de frente sobre o solo, sendo simultaneamente coletado o sinal eletromiográfico (EMG). A análise do sinal EMG foi realizada utilizando o envelope RMS. Para análise estatística, o índice de co-contração muscular médio obtido durante a realização do exercício de apoio de frente sobre o solo foi submetido a uma Anova One-Way, com fator grupo, para verificar as diferenças entre os grupos (a=0,05). Os resultados durante a realização do exercício de apoio de frente sobre o solo demonstraram um maior índice de co-contração para o grupo não praticante de exercício físico regular (p=0,01).

Endereço: http://revistas.ufg.emnuvens.com.br/fef/article/view/30618

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.