índice Glicêmico da Refeição Pré-exercício no Diabetes Mellitus: Uma Revisão Sistemática

Por: Danielle Aparecida Gomes Pereira, Luciana Moreira Lima e Valéria Cristina de Faria.

Revista Brasileira de Medicina do Esporte - v.24 - n.5 - 2018

Send to Kindle


Resumo

Exercício físico e qualidade da alimentação são fundamentais para o controle glicêmico dos pacientes diabéticos, porém é necessário considerar o risco de hipoglicemia em resposta ao exercício. Dessa forma, os objetivos deste estudo são: 1) conduzir uma revisão sistemática sobre o índice glicêmico (IG) da refeição pré-exercício e do comportamento glicêmico durante e após exercício aeróbico em diabéticos e 2) discutir qual orientação nutricional pré-exercício seria mais adequada e segura nessa população. Em concordância com os Itens de Relatório Preferidos para Revisões Sistemáticas e Metanálises (PRISMA), dois pesquisadores independentes realizaram uma busca sistemática. Um terceiro pesquisador participou da seleção dos artigos por causa da presença de discrepâncias. Foram selecionados dois estudos e ambos sugerem que a refeição de baixo índice glicêmico (IG) é a melhor opção pré-exercício, e um deles sugere que o tempo ideal para ingestão alimentar é 30 minutos antes do exercício. Porém, esses resultados não são suficientes para definir uma conduta clínica, sendo necessários outros estudos para elucidar se o IG é um parâmetro relevante para o monitoramento clínico do paciente com diabetes mellitus (DM) antes e depois do exercício, principalmente com relação às orientações distintas às do DM tipo 1 e tipo 2. Nível de evidência II; Estudo Prognóstico.

Endereço: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_abstract&pid=S1517-86922018000500399&lng=en&nrm=iso&tlng=pt

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.