índices Fisiológicos Associados com a Performance Aeróbia de Corredores nas Distâncias de 1,5 Km, 3 Km e 5 Km

Por: Francimara Budal Arins, Luiz Guilherme Antonacci Guglielmo, Naiandra Dittrich e Rubens José Babel Junior.

Motriz - v.18 - n.4 - 2012

Send to Kindle


Resumo

O objetivo do estudo foi analisar a associação entre os índices fisiológicos de potência aeróbia e  capacidade aeróbia performance nas distâncias de 1,5 km, 3 km e 5 km. Nove corredores de endurance  realizaram os seguintes protocolos: a) teste para determinação do VO2max, vVO2max e OBLA; b) 2-5 testes  em dias alternados de 30 min com velocidade constante para determinar a vMLSS e c) determinação da  performances. Foram empregadas correlação linear de Pearson ou Spearman e regressão múltipla para  determinar as relações entre os índices e a performance nas corridas. Observou-se uma correlação significante somente da vVO2max com o tempo nas distâncias de 1,5 km (r = - 0,78) e 3 km (r = - 0,81).  Dessa forma, pode-se sugerir a inclusão de sessões de treinamento em intensidade próxima ou superior à vVO2max na periodização semanal dos corredores. Com base nesses achados, foi possível concluir que a  predição da performance por meio de índices de potência aeróbia e da capacidade aeróbia depende da  distância e duração da prova

Endereço: http://www.periodicos.rc.biblioteca.unesp.br/index.php/motriz/article/view/3345

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.