Infância e Práticas Lúdico-motoras nas Praias de Natalrn

Por: Flávio de Sousa e José Pereira de Meio.

XI ENAREL - Encontro Nacional de Recreação e Lazer

Send to Kindle


Resumo

A capital do Rio Grande do Norte é conhecida pelas belezas naturais que contém, refletindo as possibilidades que seus moradores dispõem para realizar práticas corporais em contato com a natureza. Observa-se a manifestação de inúmeras práticas que envolvem crianças jovens e adultos e poucos estudos têm dado conta do seu entendimento e, principalmente, da sua catalogação para o acervo da cultura corporal dos norte-rio-grandenses. Desta forma, o presente estudo teve o propósito de investigar as práticas lúdico-motoras realizadas pelas crianças nas praias de Natal/RN, analisando seu contexto de realização, seus personagens e sua inserção na realidade local. Através da observação participante, da catalogação e análise das atividades, bem como de registros fotográficos foi possível identificar as diferentes formas das práticas lúdico-motoras realizadas pelas crianças nas nossas praias. Os registros mostraram uma riqueza surpreendente de atividades desenvolvidas em contato direto com a natureza, na qual as crianças
utilizam material de sucata, como: pranchas de madeiras, tábuas, pedaços de pranchas de surf, entre outros. Das atividades destacam-se o surf na areia da praia, que consiste em deslizar numa pequena lâmina d'água em cima de uma pequena prancha de madeira, na maré baixa e o esqui nas dunas que envolve um significativo número de elementos motores, bem como exigem dos praticantes um alto grau de adrenalina e o prazer pela emoção. Neste estudo ficou notória a riqueza da cultura infantil nas praias de Natal e a camada social que mais usufrui desse espaço, geralmente crianças das áreas menos favoreci das da cidade.

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.