Influência da Atividade Física e da Ingestão de Cálcio na Osteoporose

Por: Bráulio Rodrigues de Almeida Junior e Rubens Lombardi Rodrigues.

Motriz - v.3 - n.1 - 1997

Send to Kindle


Resumo

A osteoporose é, atualmente, um dos maiores problemas de saúde pública mundial. Acredita-se que a prática de atividades físicas e a alimentação suficiente em cálcio sejam fatores que contribuem para a prevenção desta doença. Com o objetivo de se verificar a propriedade desta afirmação, pesquisou-se, através de questionário, o histórico de prática de atividades físicas, presença de cálcio na alimentação e hábitos de vida de 100 mulheres, saudáveis, todas em processo de menopausa ou pós-menopausa, divididas em dois grupos: o primeiro com 50 portadoras de osteoporose (PO) e o segundo com 50 não-portadoras de osteoporose (controle), condição clínica diagnosticada por meio de exame de densitometria óssea. Analisando-se estatísticamente os dados obtidos, chegou-se à conclusão de que a prática de atividades físicas que produzem carga sobre o tecido ósseo e a alimentação suficiente em cálcio são fatores essenciais na prevenção da osteoporose, principalmente quando ocorrem na adolescência e pré-adolescência, não exercendo porém, efeito protetor sobre a massa óssea em situações de forte deprivação hormonal, como nos primeiros 5 anos após o início da menopausa, onde o estado hormonal é fator preponderante sobre a massa óssea.

Endereço: http://www.rc.unesp.br/ib/efisica/motriz/03n1/premia6.pdf

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.