Influência da Atividade Física Sobre a Sexualidade da Pessoa Idosa

Por: Helena Vian.

XI Congresso de Educação Física e Ciências do Desporto dos Países de Língua Portuguesa

Send to Kindle


Resumo

A sexualidade, reação física e emocional ao estímulo sexual, está além do
impulso e do ato sexual. Para muitos idosos oferece a oportunidade não
apenas de expressar paixão, mas afeto, estima e lealdade (BEAVOUIR, 1990).
Conhecemos os inúmeros benefícios que a atividade física traz para a saúde
fisiológica e psicológica dos indivíduos de maneira geral e veremos que a
atividade física influencia também a saúde sexual, principalmente das
pessoas idosas. IWANOWICZ (1989), fala sobre o papel da educação física no
cuidado com o corpo. Diz a autora "cuidar do corpo em termos da nossa
cultura significa tratar da nossa saúde e do nosso prazer". A autora questiona
se estamos realmente buscando prazer com nossos corpos ou se estamos
evitando viver esse prazer, nos envergonhando dele? Segundo a autora,
uma pessoa que vive com uma imagem corporal desfigurada do próprio
corpo perde o contato objetivo com seu meio e cria focos de conflitos
internos. Ela afirma que é importante descobrir nosso corpo, senti-lo,
conhecê-lo em seu poder, sua força, para através desse corpo conhecido,
consciente, ter um contato com a realidade, um contato verdadeiro. Em
nossa pesquisa (VIANA, 2003) avaliamos a percepção da qualidade de vida
de pessoas idosas, utilizando o instrumento da Organização Mundial de
Saúde, o WHOQOL - bref, a versão abreviada do WHOQOL - 100.
Pudemos detectar que idosos ativos fisicamente se avaliaram mais satisfeitos
com sua vida sexual do que idosos inativos fisicamente. No trabalho de
pesquisa acima, outras duas questões apresentaram diferença significativa
(aplicando o teste de Wilcoxon), e acreditamos que elas tenham tido
infl u ênc i a sobre a s at i s fa ç ão s ex u a l dos re spondent e s. Uma s de l a s
perguntava sobre a aceitação da própria aparência e a outra perguntava
sobre quão satisfeito o idoso se sentia consigo mesmo. Nas correlações
feitas na pesquisa, pudemos visualizar, que os idosos que aceitavam melhor
sua aparência física, estavam mais satisfeitos consigo mesmo e se avaliaram
mais satisfeitos com sua vida sexual. E os idosos que mais se mostraram
satisfeitos com a aparência física, foram os ativos fisicamente, apontando
a influência da atividade física sobre a imagem corporal, conseqüente
satisfação consigo mesmo, e com a vida sexual. Segundo BEAUVOIR (1990),
para uma pessoa que está satisfeita consigo mesma e com sua condição,
que tem boas relações com os que a cercam, a idade permanece abstrata.

Endereço: http://citrus.uspnet.usp.br/eef/uploads/arquivo/62_Anais_p235.pdf

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.