Influência da Capacidade Tática de Jogadores de Futebol Sub-17 no Comportamento Tático e nas Propriedades da Rede de Interações em Pequenos Jogos

Por: Filipe Manuel Clemente, , Gustavo Henrique da Cunha Peixoto Cancado, Juan Carlos, Mauro Heleno Chagas, e Sarah da Glória Teles Bredt.

Revista da Educação Física - UEM - v.29 - n.1 - 2018

Send to Kindle


Resumo

Este estudo objetivou examinar a influencia da capacidade tática no comportamento tático individual e nas propriedades da rede de interações durante pequenos jogos no futebolo. Este estudo incluiu 19 jogadores de futebol sub-17 (16.2 anos) de um mesmo time. Jogadores foram divididos em grupo 1 e grupo 2, com maior e menor capacidade tática, respectivamente, medida pelo FUT-SAT. Após, eles participaram de 12 pequenos jogos em um campo de 36mx27m com todas as regras do jogo formal. Avaliou-se o comportamento tático dos jogadores por meio da incidência dos princípios táticos fundamentais durante os pequenos jogos. Total links, densidade e clustering coefficient foram definidos com as medidas das propriedades gerais da rede. Analisaram-se os dados por meio do teste t independente e do teste de Mann-Whitney. Resultados mostraram que o grupo 1 apresentou maiores valores para total links (p=0.007) e densidade (p=0.007). O grupo 1 apresentou ainda maior incidência de ações de unidade defensiva (p=0.001), enquanto o grupo 2 realizou mais ações de equilíbrio defensivo (p=0.008) e equilíbrio de recuperação (p=0.038). Conclui-se que a capacidade tática influencia o comportamento individual e coletivo durante pequenos jogos.

Endereço: http://periodicos.uem.br/ojs/index.php/RevEducFis/article/view/35835

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.