Influencia da Orientação Personalizada Para Atividade Fisica na Melhora da Condição Clinica e Fisica de Crianças e Adolescentes Obesos no Hospital de Clinicas da Unicamp

Por: Silene Barbosa Montoro.

135 páginas. 2009 27/02/2009

Send to Kindle


Resumo

Com o intuito de prestar assistência às crianças e aos adolescentes obesos com maior risco de doenças, oriundos da área de cobertura do Hospital de Clínicas da Unicamp, foi criado o Ambulatório de Obesidade Infantil da Criança e do Adolescente. Este estudo teve como objetivo avaliar a eficácia da orientação para atividade física feita por profissional Educador Físico no serviço de atendimento de crianças e adolescentes obesos do Hospital de Clínicas da Unicamp. Trata-se de um estudo longitudinal das crianças e adolescentes de 07 a 19 anos que fizeram pelo menos duas avaliações de performance com espaço mínimo de 12 meses entre a primeira e a segunda avaliação. Dos 150 pacientes atendidos, 77 pacientes aderiram à atividade física após a primeira consulta (51%); dentre esses, 33 permaneceram em atividade física pelo menos por 12 meses (43%). Houve melhora significativa da distância percorrida no teste vai-e-vem 20 metros entre os meninos. Houve aumento do IMC nos dois gêneros. Não houve impacto significativo nas outras variáveis estudadas (PA, FC e indicadores bioquímicos) 

Endereço: http://www.bibliotecadigital.unicamp.br/document/?code=000443279&opt=3

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.