Influência do Autodiálogo Sobre os Níveis de Ansiedade e Estresse nos Jogadores de Tênis: Uma Revisão Sistemática.

Por: álvaro C. Huerta Ojeda, Guillermo D. Barahona Fuentes e Rodrigo Soto Lagos.

Revista Brasileira de Ciências do Esporte - v.41 - n.2 - 2019

Send to Kindle


Resumo

O aumento nos níveis de ansiedade e estresse tem sido relacionado na maioria das vezes a efeitos negativos no desempenho de atletas, de modo que o uso de habilidades psicológicas como a autodiálogo tem sido utilizado para gerenciar a ansiedade e o estresse para obter melhor desempenho esportivo. Este artigo apresenta uma revisão sistemática focada em intervenções que utilizaram o autodiálogo como método de treinamento mental para controle 2 níveis de ansiedade e estresse em tenistas. Foram encontrados apenas três estudos que investigaram o método de autodiálogo em variáveis psicológicas e apenas um estudo que avaliou o efeito sobre a ansiedade. Por essa razão, sugere-se mais pesquisas que abordem as variáveis mencionadas.

Endereço: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_abstract&pid=S0101-32892019000200135&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.