Influência do Estatuto Posicional Sobre o Comportamento Tático de Jogadores de Futebol

Por: Davi Correia da Silva, , Paulista Israel Teoldo e Roberto Nascimento Braga da Silva.

Pensar a Prática - v.21 - n.3 - 2018

Send to Kindle


Resumo

Este estudo comparou o comportamento tático de jogadores de futebol da categoria Sub-15 de acordo com o estatuto posicional. Vinte e cinco jogadores de dois clubes portugueses foram avaliados através do Sistema de Avaliação Tática no Futebol. Utilizou-se estatística descritiva e o teste Qui-quadrado (χ²), com o nível de significância de p<0,05. Os resultados apresentaram diferença significativa nas variávies: Unidade ofensiva, Contenção e Concentração (Defensores); Mobilidade (Meio-campistas); Ações táticas ofensivas no meio de campo defensivo (Defensores); Cometer faltas, ceder lateral ou escanteio (Meio-campistas e Atacantes); Continuar sem a posse de bola (Defensores). Conclui-se que o comportamento tático dos jogadores apresentaram níveis de especialização nas suas posições.

Endereço: https://www.revistas.ufg.br/fef/article/view/50392

Tags:

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.