Influência do Uso da Kinesiotaping nas Respostas Funcionais e Eletrofisiológicas em Homens Fisicamente Ativos

Por: Igor Eduardo Jesus Magalhães.

122 páginas. 2015 11/07/2015

Send to Kindle


Resumo

Objetivos. O objetivo do estudo foi investigar as respostas funcionais e eletrofisiológicas do músculo sóleo de indivíduos fisicamente ativos, influenciados pelo uso da Kinesiotaping (KT). Métodos. Vinte e nove voluntários participaram deste estudo. Todos os voluntários realizaram as 3 condições: Linha de Base (LB) - sem aplicação da KT; ATIVKT - aplicação da KT em ativação; INIBKT - aplicação da KT em inibição. As condições foram aleatorizadas para os indivíduos. O desenho experimental consistia na realização de 3 séries de contração isométrica voluntária máxima (CIVM), com 5s de duração.Após a avaliação da força,foi evocado o reflexo H, que consistia na estimulação do músculo sóleo através do nervo tibial. Foram utilizados 32 disparos de corrente, intervalados por um período de 2 a 4 segundos. Ao final do estudo, por meio de cálculo em rotinas do Matlab, foram extraídos os valores de torque dos intervalos da TDF (0-30, 0-50, 0-100 e 0-200), dos parâmetros relativos ao reflexo H (Hmax, H-limiar, inclinação da curva, corrente no limiar, a 50% e a 100% do Hmax) e os valores preditos relacionados à superposição das curvas condicionadas (ATIVKT e INIBKT) sobre a curva controle (H@Limiar, H@50% e H@100%).Os valores pertinentes a amplitude do reflexo foram normalizados pela amplitude do Mmax. Os valores de corrente foram normalizados pelo 50% da corrente para se evocar o Mmax. Para a comparação da TDF, após os testes de Shapiro-Wilk, foi utilizado o teste de Friedman, com comparações de Wilcoxon em pares, para detectar diferenças entre os grupos. Para os dados relativos aos parâmetros do reflexo H, foi utilizado o ANOVA para medidas repetidas, com o teste de Bonferroni para detectar diferenças entre os grupos. A significância foi de 5% (p<0,05).Resultados.De acordo com o IPAQ, o nível de atividade física dos participantes foi classificado da seguinte forma: nível baixo (n=4), nível moderado (n=9) e nível alto (n=16). Nove voluntários foram excluídos da análise dos valores de corrente e das amplitudes pós, por não apresentarem uma medida estável da onda M ou por apresentarem erros após os cálculos realizados pelo Matlab. Não foram encontradas diferenças significantes para nenhum dos parâmetros extraídos da curva de recrutamento do reflexo H, entre as diferentes condições (P>0,05). Contudo, foi encontrada uma diferença significante no H@Limiar da condição ATIVKT quando a mesma foi comparada com a condição LB (P=0,025).Foram encontrados grandes tamanhos dos efeitos nas comparações entre a condição ATIVKT vs LB (ES=5,43) e condição INIBKT vs LB (ES=3,57). Com relação a TDF,quando as condições foram comparadas entre si, em cada intervalo de tempo, não foram encontradas diferenças significantes para a TDF em nenhuma das comparações (P>0,05). Conclusão.Os achados do presente estudo demonstraram que após a aplicação da KT no protocolo de ativação, foi possível verificar um aumento da amplitude do reflexo H para o mesmo valor de corrente necessários para evocar o reflexo H limiar na condição sem a fita. Isto pode indicar um aumento da excitabilidade dos motoneurônios verificados por uma diminuição do limiar de disparo destas fibras. Parece que uma estimulação das fibras aferentes cutâneas podem ter induzido uma diminuição do limiar dos motoneurônios por meio de uma estimulação da KT por um período de 48h

Endereço: http://repositorio.unb.br/handle/10482/19320

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.