Influência dos Padrões Estéticos na Imagem Corporal de Adolescentes do Gênero Feminino: Um Estudo com Professores e Alunos na Educação Física Escolar.

Por: .

247 páginas. 2015 11/06/2015

Send to Kindle


Resumo

Esta tese apresentou como objetivo saber o que a escola e a disciplina de Educação Física desenvolvem para a formação da imagem corporal de adolescentes do gênero feminino, por meio de um estudo experimental de caráter quantitativo e qualitativo. No estudo quantitativo, relativamente às meninas, conheceu-se a percepção da imagem corporal, nível de aptidão física, adesão a pratica de atividade física formal e informal e níveis de atividade física nas aulas de Educação Física, de 102 alunas com média de 15,5 (±1,2) anos de idade, sendo 50 adolescentes da escola experimental (49%) e 52 adolescentes da escola controle (51%), matriculadas nas turmas de 1° e 2° ano do ensino médio da rede pública de ensino. Os dados quantitativos foram tratados utilizando-se o recurso da estatística descritiva. Na escola experimental verificou-se com o programa uma melhoria significativa na percepção que as meninas tinham sobre a sua imagem corporal. Ocorreu uma tendência favorável a uma melhor percepção da imagem corporal das meninas que se encontravam na zona saudável (sem risco) dos testes de aptidão física. A maior parte das meninas praticava atividade física somente nas aulas de Educação Física, sendo que a maioria referiu não praticar atividade física informal nos momentos de lazer, com índices mais elevados de ausência para as atividades formais. As meninas apresentaram baixos níveis de atividade física durante as aulas aquém das recomendações, com melhoria após o programa de intervenção. No estudo qualitativo foi possível analisar por meio de 8 grupos focais (48 alunas) a questão foco da investigação a partir das experiências pessoais. No que refere aos professores foi utilizada uma entrevista para análise das preocupações e decisões relativas ao ensino. As alunas apresentaram elevado índice de insatisfação com o corpo e a disposição em assumir comportamentos de risco em busca do corpo ideal, afirmando a inexistência de abordagem da imagem corporal nas aulas de Educação Física. Os professores se preocuparam mais com o impacto do ensino e as decisões concentravam-se na experiência para a escola experimental e no planejamento para a escola controle. No que refere o contexto das aulas foi identificado uma má gestão do tempo de aula e baixo nível de atividade dos alunos. Os resultados nos permitiu formular uma série de recomendações aos professores, gestores da educação e classe política.

Endereço: https://www.repository.utl.pt/handle/10400.5/9279

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.