Influência do Estresse Esportivo na Inflamação Gengival

Por: Afonso Manuel Pinhão Ferreira, Joanna Andreia Rodrigues Quintal,, José António Ferreira Lobo Pereira, Marta dos Santos Resende e Miguel Fernando da Silva Gonçalves Pinto.

Archives of Oral Research - v.7 - n.2 - 2011

Send to Kindle


Resumo

Objetivo: O estudo propõe avaliar a relação potencial entre o estresse desportivo, medido pelos níveis decortisol salivar, e a doença periodontal, e comparar em praticantes de natação, em percurso de alta competição,o status periodontal com indivíduos da mesma faixa etária não atletas. Materiais e métodos: Foramrealizadas duas coletas de saliva (matinal e vespertina) em 58 atletas e 47 não atletas para quantificaçãodo cortisol salivar determinado por rádio-imunoensaio e expressa em nmol/L. Em cada participante, foiavaliada a hemorragia gengival pelo Gingival Bleeding Index (Ainamo & Bay) e foram quantificados os níveisde placa pelo método de OïLeary, Drake & Naylor, com base em quatro pontos por dente (mesial, distal,vestibular, lingual/palatino). Resultados: Foi realizada uma análise bivariada para determinar potenciaisassociações entre variáveis e diferenças entre grupos. Conclusão: Em relação ao controle, os praticantes denatação em percurso de alta competição apresentam níveis de cortisol e inflamação gengival mais elevadose níveis de placa semelhantes. Assim, existe a necessidade de adoção de cuidados preventivos orientadospara a gengivite nos indivíduos que, pelas suas ocupações, estão sujeitos a níveis elevados de cortisol.

Endereço: http://www2.pucpr.br/reol/pb/index.php/aor?dd1=5838&dd99=view&dd98=pb

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.