Influência do Exercício Resistido nas Respostas Hemodinâmicas, na Modulação Autonômica Cardíaca e na Hipotensão Pós-exercício

Por: Aline de Freitas Brito e Amilton da Cruz Santos.

2011 00/00/0000

Send to Kindle


Resumo

Atualmente o exercício resistido tem sido recomendado como parte integrante do programa de atividade física para reduzir o risco cardiovascular em pacientes com ou sem doenças cardiovasculares. Contudo, os efeitos desse tipo de exercício sobre as respostas cardiovasculares ainda não foram suficientemente esclarecidos, principalmente quando a amostra é composta por hipertensos. Diante disso, ainda faz-se necessários a elaboração de novas pesquisas investigando o efeito que essa modalidade exerce nas respostas hemodinâmicas, autonômicas cardíacas, hipotensora e vasomotoras. Com isso, a presente dissertação de mestrado está apresentada em três artigos, sendo 1- uma revisão sistemática acerca dos aspectos hemodinâmicos e autonômicos envolvidos no exercício resistido, em indivíduos aparentemente saudáveis ou em portadores de cardiopatias, 2- um estudo que avaliou a resposta da freqüência cardíaca e sua modulação autonômica durante exercício resistido com intensidades leve e moderada em idosos hipertensos, 3- o estudo do curso de mestrado que teve como objetivo investigar o efeito de uma sessão de exercício resistido de diferentes intensidades na hipotensão pós-exercício, no mecanismo autonômico cardíaco, no fluxo sanguíneo do antebraço e na hiperemia reativa em  mulheres hipertensas de meia idade.

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.