Influência da Ginástica Aeróbia Sobre a Obesidade e Hipertensão Arterial

Por: Harrison Souza Bezerra.

XVIII Congresso Brasileiro de Ciências do Esporte e V Conice - CONBRACE

Send to Kindle


Resumo

A hipertensão arterial (HA) é um problema de grave relevância na saúde pública, tanto no Brasil como no mundo. Trata-se de um dos mais importantes fatores de risco para o desenvolvimento das doenças cardiovasculares (SOCIEDADE BRASILEIRA DE CARDIOLOGIA - SBC, 2010, p. 2). É uma patologia assintomática, o que torna a orientação à população um fator primordial (PIZZOLATO et al., 2012, p. 92). Segundo Rondon e Brum (2003, p. 134), a HA ocorre em maior incidência em pessoas obesas, sedentárias e consumidoras em excesso de sal e álcool. Em relação à obesidade, Junqueira e Carneiro (2008, p. 126) nos mostram que, por si só, esta doença pode potencializar, além da HA, outros distúrbios, como doenças articulares, diabetes, aterosclerose, infarto do miocárdio e isquemia  cerebral. Dantas (2007, p. 18) faz um alerta à visão simplista que as pessoas têm ao atribuir a obesidade ao consumo excessivo de comida, quando a causa maior é a inatividade física.  Assim, Guiselini (2006, p.88) chama-nos atenção a respeito da importância de praticar atividades físicas de forma regular e sistematizada. Este autor afirma que, em especial, os  exercícios aeróbios, como a ginástica aeróbia, atuam sobre o sistema cardiorrespiratório proporcionando diversos benefícios, como por exemplo: redução da gordura corporal; controle da pressão arterial (PA) e melhora dos níveis de colesterol no sangue. Portanto, evidenciando os benefícios da ginástica aeróbia no tratamento da obesidade e doenças por ela potencializadas – como a hipertensão.

Endereço: http://cbce.tempsite.ws/congressos/index.php/conbrace2013/5conice/paper/view/5624

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2020 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.