Influência da Idade e do Exercício Físico na Taxa de Produção de Peróxido de Hidrogénio In Vivo no Músculo Esquelético do Ratinho

Por: Fernanda Sacks de Campos.

XI Congresso de Educação Física e Ciências do Desporto dos Países de Língua Portuguesa

Send to Kindle


Resumo

Este estudo teve por objectivo avaliar a influência da idade e do exercício físico
na taxa de produção de peróxido de hidrogénio no músculo soleus do ratinho.
A amostra foi constituída por 50 animais machos da estirpe Charles River,
onde 25 ratinhos eram jovens (4 a 5 semanas de idade) e os restantes 25 eram
animais idosos (idade superior a 18 meses), sendo divididos em 4 grupos, de
acordo com a idade (Jovens vs Idosos) e a realização de exercício físico
(Exercitados vs Repouso). O protocolo de exercício físico consistiu num
exercício de natação, com uma sobrecarga ponderal de 2%. Todos os animais
(exercitados ou não) foram sacrificados por deslocamento cervical, nos tempos
zero, 15 e 30 minutos após injecção intra-peritoneal de aminotriazole, com
remoção do músculo soleus. Para a avaliação da produção de peróxido de
hidrogénio "in vivo" neste músculo, foi quantificada a actividade residual da
catalase. Os resultados obtidos sugerem que: 1) no momento zero do protocolo
experimental a actividade da catalase é maior no grupo de idosos, provavelmente
devido à indução da síntese proteica da enzima motivada pela maior produção
de peroxido de hidrogénio; 2) em repouso, durante o protocolo experimental,
os animais idosos apresentam uma maior taxa de redução da actividade da
catalase, sugerindo uma maior produção de peróxido de hidrogénio; 3) durante
o exercício físico há uma maior redução da actividade da catalase nos dois
grupos exercitados, sugerindo um aumento da taxa de produção de peróxido
de hidrogénio com a actividade motora; 4) durante o exercício físico há uma
maior redução da actividade da catalase nos animais idosos, sugerindo uma
maior taxa de produção de peróxido de hidrogénio, para a mesma intensidade
de exercício físico efectuado. Em geral, os resultados sugerem que a idade e o
exercício físico são factores condicionantes da taxa de produção de peróxido
de hidrogénio no músculo esquelético do ratinho.

Endereço: http://citrus.uspnet.usp.br/eef/uploads/arquivo/64_Anais_p277.pdf

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.