Influência de Medidas Corporais nas Alterações dos Graus de Flexibilidade de Estudantes Universitários

Por: Adalberto Rigueira Viana e Ronaldo Sérgio Giannichi.

Kinesis - 1984

Send to Kindle


Resumo

O presente estudo teve como objetivo verificar a influencia de cinco medidas antropométricas (peso, altura, tronco, e perna] na tomada do índice de flexibilidade de tronco/quadril. Foram selecionados aleatoriamente 45 universitários de ambos os sexos, do Curso de Educação Física da Universidade Federal de viçosa, que serviram de sujeitos para o estudo em questão. Utilizou-se para as tomadas dos índices de flexibilidade o teste de alcançar de WELLS l VILLON (7952), na posição em pé. Após a análise dos dados chegou-se à conclusão que as variáveis altura e comprimento tronco exercem influência significativa (p <0, 05) no índice de flexibilidade. O mesmo não ocorreu com as varáveis pelo, comprimento de braço e comprimento de perna, constatando-se que tais não exercem influência significativa na determinação dos de flexibilidade [p<0,051.

Endereço: https://periodicos.ufsm.br/kinesis/article/view/10358

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.