Influência do Sedentarismo e Obesidade no Diabetes Mellitus Gestacional

Por: Tiago Facchini Panigas.

2012

Send to Kindle


Resumo

O diabetes mellitus gestacional apresenta-se como importante problema de saúde pública, sendo a doença de maior incidência durante a gestação. O tratamento inclui a mudança de hábitos alimentares e incremento da atividade física. O objetivo desse estudo foi analisar a influência da obesidade e da atividade física em gestantes acometidas de diabetes mellitus gestacional. Em estudo epidemiológico do tipo caso-controle, foram avaliadas 23 gestantes com diabetes mellitus gestacional (GDMG) e 23 gestantes normoglicêmicas (GC), sendo que 17,4% eram negras (GDMG 21,7% e GC 13%), 13% tabagistas (GDMG 13% e GC 13%) e 39,1% nulíparas (GDMG 26,1% e GC 52,2%). A média de idade da amostra foi de 30,3 ± 5,4 anos (GDMG 31,3 ± 4,7 e GC 29,2 ± 5,9 anos) e o índice de massa corporal foi de 30,6 ± 7,5 Kg/m2 (GDMG 34,29 ± 7,70 e GC 27,02 ± 5,27 Kg/m2). As gestantes foram selecionadas em maternidades públicas e postos de saúde da cidade de Florianópolis, Santa Catarina. O nível de atividade física de esporte/exercício, transporte/locomoção, tarefas domésticas, ocupacionais, lazer e cuidar de outras pessoas, referente às 20 primeiras semanas gestacionais, foi quantificado por meio da aplicação do Questionário de atividade física para gestantes (QAFG), oriundo do Pregnancy Physical Activity Questionnaire (PPAQ). Os domínios relacionados às tarefas domésticas (OR=1,06; 95% IC; 1,02-1,11; p=0,01) e ao tempo destinado a assistir televisão (OR=1,07; 95% IC:1,02-1,14; p=0,01), embora com diferença estatisticamente significante, na prática foi considerada irrelevante pela desprezível diferença, assim como os relacionados à atividade física esporte/exercício, atividades ocupacionais, cuidar de outras pessoas, lazer e transporte e locomoção que não apresentaram associação estatisticamente significativa com o risco de DMG. Somente o IMC superior a 30 Kg/m2 aumentou consideravelmente o risco das gestantes de adquirir DMG (OR=6,86; 95% IC: 2,69-25,17; p=0,01). As gestantes de ambos os grupos apresentaram baixos nível a atividade física de esporte/exercício (GDMG 21,7% e GC 30,4% ativas), sendo que o nível de sedentarismo em ambos os grupos foi igualmente elevado.

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.