Influência do Tempo de Reação Simples na Seleção de Jovens Talentos no Tênis.

Por: André Gustavo Pereira Andrade, Clarice Zinato Moreira, , Tadeu Sartini Ferreira, Túlio Mello e Varley Teoldo da Costa.

Revista da Educação Física - UEM - v.23 - n.3 - 2012

Send to Kindle


Resumo

Este estudo objetivou apresentar a importância dos tempos de reação simples, cognitivo e motor, na seleção de talentos para o tênis. Participaram 240 jovens de seis a treze anos (9,61 ±1,64), de ambos os sexos. Os voluntários foram submetidos e aprovados, na primeira fase do estudo, em um teste de habilidades específicas da modalidade (ITN). Na segunda fase, foram submetidos a um teste de tempo de reação simples. Foi realizada ANCOVA para identificar diferenças no ITN tendo o tempo de reação como variável independente e idade como covariável.  Os resultados mostraram que houve diferença para o ITN entre os grupos de tempo de reação cognitivo ajustado para a idade (p=0,04) e não houve diferença entre as médias de ITN quando se comparou o tempo de reação motor (p=0,162). Conclui-se que o tempo de reação cognitivo é uma variável importante no processo de detecção de talentos em tênis.

Endereço: http://periodicos.uem.br/ojs/index.php/RevEducFis/article/view/16990/10472

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.