Influência do Treinamento Físico Sobre o Fator de Crescimento Insulino-símile (igf-1) em Ratos Machos Wistar

Por: Eliete Luciano, Flávio Henrique Caetano e Ricardo José Gomes.

Revista Brasileira Atividade Física & Saúde - v.13 - n.2 - 2008

Send to Kindle


Resumo

Este estudo objetivou analisar as diferenças nas dimensões da atividade física de acordo com a classifi cação da aptidão funcional de idosas ativas fi sicamente. Para tal foram avaliados 59 idosas com idade média de 68,3 anos (DP= 5,1) praticantes de hidroginástica, natação e dança. O nível de atividade física foi avaliado por meio do Questionário Internacional de Atividade Física – IPAQ, modelo longo e semana normal, aplicado em forma de entrevista. A aptidão funcional das idosas foi avaliada por meio da aplicação da bateria de testes físicos da American Alliance for Health, Physical Education, Recreation and Dance. Para classifi car a aptidão funcional das idosas foram adotados os valores normativos para mulheres idosas brasileiras com idades entre 60 e 79 anos. Os resultados indicaram haver uma diferença estatisticamente signifi cativa apenas para o nível de atividade física de lazer (p=0,014). Indicando que aquelas com melhor aptidão funcional praticavam signifi cativamente mais atividades físicas de lazer do que aquelas com pior aptidão funcional. Não foram observadas diferenças para as outras dimensões da atividade física avaliadas. Assim, acredita-se que, especifi camente para este grupo, piores classifi cações da aptidão funcional sejam fatores limitantes para o incremento nas práticas de atividades físicas de lazer.

Endereço: http://periodicos.ufpel.edu.br/ojs2/index.php/RBAFS/article/view/785

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.