Iniciação nas Modalidades Esportivas Coletivas de Invasão: a Possibilidade de Uma Prática Transferível

Por: Thatiana Aguiar Freire Silva.

2010 10/02/2010

Send to Kindle


Resumo

As modalidades esportivas coletivas de invasão (MECi) despertam grande interesse aos envolvidos com esporte no Brasil, mas o olhar dado à formação não é o mesmo dado ao alto rendimento, muitas vezes desconsiderando-se as características desse grupo de modalidades no processo de iniciação. Com o fim de valorizar essas características, há disponível na literatura diversas propostas de iniciação nas MECi. Considerando essas propostas e modelos de formação esportiva em longo prazo, esse estudo objetivou verificar a possibilidade de uma prática transferível na iniciação nas MECi, avaliando se o desempenho de praticantes de uma MECi é semelhante em outra MECi. Foi realizada uma pesquisa descritiva observacional, com jovens atletas de handebol e de basquetebol do sexo masculino. Cada jogador foi avaliado ao realizar jogos das duas modalidades, através do Game Performance Assessment Instrument. A partir dessa avaliação, o desempenho que os jogadores tiveram nas duas modalidades foi comparado. Os resultados mostraram que o desempenho dos sujeitos em ambas as modalidades foi semelhante, ou seja, o desempenho que os jogadores tiveram na modalidade que não praticavam foi tão bom quanto na sua modalidade de origem. Esses resultados, aliados a outros estudos e projetos disponíveis na literatura, indicam que é possível adotar a prática transferível como estratégia para iniciação nas MECi, explorando suas similaridades e deixando a cargo de uma etapa de especialização futura, o aprofundamento nas questões específicas da modalidade escolhida

Endereço: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/39/39134/tde-20082010-095833/pt-br.php

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.