Insatisfação Corporal em Frequentadores de Academia

Por: Ana Claudia Gastal Fassa, Chiara Scaglioni Tessmer, Fernando Kratz Gazzale, Marcelo Conzzensa Silva e Michele Nunes Pinho.

Revista Brasileira de Ciência & Movimento - v.14 - n.1 - 2006

Send to Kindle


Resumo

 A  Introdução imagem corporal consiste numa variável multidimensional composta por representações sobre o tamanho e a aparência do corpo. A auto percepção do peso corporal é um aspecto importante da imagem corporal. Provavelmente reflete a satisfação e as preocupações sobre o peso corporal e pode ser influenciada por normas e padrões sociais da cultura dominante. Objetivo: O Objetivo presente estudo objetivou identificar a prevalência de insatisfação corporal entre freqüentadores de academias, verificando possíveis fatores associados a essa morbidade. Metodologia: Metodologia Foi utilizado um delineamento transversal para estudar indivíduos de 15 anos ou mais, freqüentadores de academias de ginástica da cidade de Pelotas-RS, durante o período de agosto a dezembro de 2002. A coleta foi realizada através de questionário que incluía questões sócio-demográficas, comportamentais e nutricionais. Foram estudados 315 indivíduos em 13 academias de ginástica da cidade. O estudo foi aprovado pelo comitê de ética e pesquisa da Universidade Federal de Pelotas e o sigilo individual foi mantido. Resultados: Resultados Praticamente metade dos entrevistados (48,3%) relatou estar insatisfeito com o próprio corpo. As variáveis sexo, idade e índice de massa corporal (IMC) mostraram-se associadas a insatisfação corporal apos controle para fatores de confusão. Indivíduos do sexo feminino e a categoria de idade até 19 anos foram as que apresentaram maiores riscos de insatisfação co A - Introdução imagem corporal consiste numa variável multidimensional composta por representações sobre o tamanho e a aparência do corpo. A auto percepção do peso corporal é um aspecto importante da imagem corporal. Provavelmente reflete a satisfação e as preocupações sobre o peso corporal e pode ser influenciada por normas e padrões sociais da cultura dominante. Objetivo: O Objetivo presente estudo objetivou identificar a prevalência de insatisfação corporal entre freqüentadores de academias, verificando possíveis fatores associados a essa morbidade. Metodologia: Metodologia Foi utilizado um delineamento transversal para estudar indivíduos de 15 anos ou mais, freqüentadores de academias de ginástica da cidade de Pelotas-RS, durante o período de agosto a dezembro de 2002. A coleta foi realizada através de questionário que incluía questões sócio-demográficas, comportamentais e nutricionais. Foram estudados 315 indivíduos em 13 academias de ginástica da cidade. O estudo foi aprovado pelo comitê de ética e pesquisa da Universidade Federal de Pelotas e o sigilo individual foi mantido. Resultados: Resultados Praticamente metade dos entrevistados (48,3%) relatou estar insatisfeito com o próprio corpo. As variáveis sexo, idade e índice de massa corporal (IMC) mostraram-se associadas a insatisfação corporal apos controle para fatores de confusão. Indivíduos do sexo feminino e a categoria de idade até 19 anos foram as que apresentaram maiores riscos de insatisfação corporal. O IMC encontrou-se diretamente associado a insatisfação com o corpo, sendo que a categoria obeso apresentou um risco 2,3 vezes maior quando comparada aos indivíduos desnutridos. Conclusão: O Conclusão estudo apontou que a prevalência de insatisfação corporal encontrada entre os frequentadores de academias de ginastica é importante, principalmente quando consideramos os transtornos nutricionais e psicológicos a que essa pode levarrporal. O IMC encontrou-se diretamente associado a insatisfação com o corpo, sendo que a categoria obeso apresentou um risco 2,3 vezes maior quando comparada aos indivíduos desnutridos. Conclusão: O Conclusão estudo apontou que a prevalência de insatisfação corporal encontrada entre os frequentadores de academias de ginastica é importante, principalmente quando consideramos os transtornos nutricionais e psicológicos a que essa pode levar

Endereço: https://portalrevistas.ucb.br/index.php/RBCM/article/view/672/677

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.