Instabilidade Jurídica e Outras Determinações: o Cne e a Proposta de Novas Dcns Para a Educação Física

Por: Isaías Moreira Ferraz Júnior, Paulo Roberto Veloso Ventura, Reigler Siqueira Pedrosa, Roberto Pereira Furtado e Rodrigo Roncato Marques Anes.

Pensar a Prática - v.19 - n.4 - 2016

Send to Kindle


Resumo

Este artigo tem o objetivo de apresentar a polêmica interpretativa sobre a abrangência do campo de atuação profissional de Licenciados em Educação Física, o posicionamento estabelecido por um grupo de pesquisadores, egressos e instituições do Estado de Goiás e o movimento político protagonizado a partir deste posicionamento, ampliando a análise da conjuntura em que o CNE apresentou Minuta de nova Resolução de Diretrizes Curriculares Nacionais para Graduação em Educação Física. Realizamos análise dos documentos que compõem o ordenamento legal desta questão. Concluímos que foi consolidado um cenário de grande instabilidade jurídica que deve ser compreendido como uma determinação fundamental da iniciativa do Conselho Nacional de Educação em reabrir a discussão com o campo.


 

Endereço: https://www.revistas.ufg.br/fef/article/view/42267

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.