Insuficiência Hepática Fulminante Por Intermação Induzida Por Exercício

Por: Alexandre Coutinho Teixeira de Freitas, Gustavo Rodrigues Alves Castro, Júlio Cezar Uili Coelho e Mônica Beatriz Parolin.

Revista Brasileira de Medicina do Esporte - v.15 - n.3 - 2009

Send to Kindle


Resumo

Intermação induzida por exercício é uma condição potencialmente fatal causada pela elevação extrema da temperatura corporal central. Envolvimento hepático leve a moderado afeta todos os pacientes e manifesta-se pela elevação das enzimas hepáticas. A ocorrência de falência hepática no curso da intermação por exercício é rara e tem prognóstico reservado. Relata-se um caso de insuficiência hepática fulminante em um homem de 36 anos após correr 8km em corrida de rua (corrida rústica) na cidade de Manaus (AM). O paciente desenvolveu insuficiência renal aguda, rabdomiólise e achados compatíveis com insuficiência hepática fulminante (elevação importante das aminotransferases, coagulopatia, letargia e episódios de confusão). As funções hepáticas e renais apresentaram melhora gradual e espontânea sem necessidade de diálise. Três meses após o paciente encontrava-se bem, com enzimas hepáticas normais e com retorno gradual à prática de esportes. Embora rara, a falência hepática aguda deve ser incluída nas complicações da intermação induzida por exercício, a qual pode ter resolução espontânea com medidas conservadoras. Palavras-chave: insuficiência hepática aguda, hipertermia, lesão hepática, intermação induzida por exercício

Endereço: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1517-86922009000300012&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.