Intensidade de Esforço em Jogos Oficiais e Simulados de Futsal Feminino

Por: Carlos Eduardo Marques da Silva, Francimara Budal Arins, Juliano Fernandes da Silva, Lorival José Carminatti, Luiz Guilherme Antonacci Guglielmo e Priscila Cristina dos Santos.

Revista Brasileira de Ciência & Movimento - v.23 - n.3 - 2015

Send to Kindle


Resumo

O objetivo principal deste estudo foi descrever as demandas de intensidade de esforço (IE) sustentadas por atletas de futsal feminino em partidas oficiais e simuladas. Trinta e uma jogadoras realizaram cinco partidas oficiais e 16 duas simuladas. Primeiramente, as mesmas executaram o Futsal Intermittent Endurance Test (FIET) para determinação do pico de velocidade (PV) e da FC máxima (FCMAXFIET). Na sequência, foi realizado o monitoramento da FC durante todos os jogos para obtenção da IE. Para comparar os valores de FC registrados nas partidas (oficial vs. simulada) utilizou-se o teste “t” de Student para dados pareados. O nível de significância foi fixado em p?0,05. A FCMAXFIET (196±9 bpm) e FCMAXJOGO (197±8 bpm) apresentaram correlação muito alta (r=0,83; p<0,01), sem diferença significante (p=0,45). A IE sustentada durante as cinco partidas oficiais foi em torno de 91 % da FCMAXFIET. Adicionalmente, as atletas permaneceram durante 96,7 % e 69,7 % do tempo total dos jogos com a FC acima de 85 % e 90 % da FCMAXFIET, respectivamente. Nos dois simulados, a IE foi 90,6 %da FCMAXFIET, corroborando os dados das partidas oficiais monitoradas. Assim, a partir dos resultados deste estudo, destaca-se a elevada demanda fisiológica imposta às jogadoras, comprovando a necessidade de um nível superior de potência aeróbia máxima. Além disso, a IE nas partidas oficiais e simuladas foi semelhante, demonstrando que na modalidade os jogos simulados são uma importante estratégia para induzir um estresse fisiológico semelhante àquele solicitado nos oficiais.

Endereço: https://portalrevistas.ucb.br/index.php/RBCM/article/view/5213

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2020 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.