Intensidade de Exercício Durante Partidas Oficiais de Futebol

Por: Daniel Barbosa Coelho, Emerson Cruz de Oliveira, , João Batista Ferreira-júnior, João Carlos Dias, Lenice Kappes Becker, Leonardo Gomes Coelho e Rodney Coelho da Paixão.

Revista Brasileira de Cineantropometria & Desempenho Humano - v.18 - n.6 - 2016

Send to Kindle


Resumo

Os principais objetivos do presente estudo foram: 1) comparar a intensidade de exercício em diversas fases (seis fases de 15 min) de partidas de futebol; 2) comparar o tempo de partida acima do limiar anaeróbio (LAN) entre diferentes categorias (sub-17 e sub-20); e 3) comparar o tempo de partida acima do LAN entre jogadores de diferentes posições (zagueiros, meios-campistas, atacantes e laterais). Quarenta e quatro jogadores foram analisados. A intensidade de esforço como frequência cardíaca (FC) foi monitorada em 29 jogos oficiais. A FC correspondente à intensidade do OBLA (onset of blood lactate accumulation) foi obtida em um teste de campo. A maior intensidade de exercício foi observada no período 15-30 min do primeiro tempo (p< 0,05). O tempo de partida gasto acima do LAN não foi diferente entre jogadores das categorias sub-17 e sub-20. Os laterais apresentaram menor tempo acima do LAN (p< 0,05). Pode concluir-se que a intensidade do esforço foi maior em 15 a 30 min (fase intermediária), provavelmente porque os jogadores estão mais descansados no início e o desgaste é progressivo ao longo do jogo. A intensidade de exercício (FC e tempo acima LAN) dos laterais foi menor, provavelmente porque eles executam um maior número de sprints e necessitam de mais tempo abaixo do LAN para se recuperar.

Endereço: https://periodicos.ufsc.br/index.php/rbcdh/article/view/1980-0037.2016v18n6p621

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.