Inter-relações Entre Hipertensão Arterial, Atividade Física, Excesso Ponderal e Padrão Alimentar em Adolescentes Matriculados em Uma Escola Pública de Caucaia-CE

Por: Claudia dos Reis Lisboa.

84 páginas. 2010 00/00/0000

Send to Kindle


Resumo

O tema central do presente estudo é a prevalência de hipertensão arterial entre adolescentes e a associação de tal prevalência com a prática de atividade física e aspectos nutricionais. A amostra estudada foi de 565 estudantes, 62,1% meninas e 37,9% meninos, com idades entre 14 e 19 anos, matriculados no ensino médio de uma escola pública localizada em Caucaia – CE. Foram coletados dados antropométricos (peso, altura, circunferência da cintura), aferida a pressão arterial, aplicado três recordatórios de 24h para determinação da ingestão alimentar usual e o IPAQ para categorizar o nível de atividade física dos estudantes. Um percentual de 13,5% no grupo apresentou excesso ponderal. Houve uma prevalência de 10,3% de circunferência da cintura elevada. A prevalência de níveis alterados de pressão arterial foi de 45,3%. Considerando a atividade física, a maioria (70,3%) tinha perfil ativo. Quanto ao padrão alimentar, apenas 12,7% consomem alimentos protetores (laticínios, frutas e hortaliças), enquanto 76,8% consomem guloseimas salgadas e/ou doces. A pressão arterial não foi associada à atividade física, estado nutricional e padrão alimentar no grupo estudado. A alta prevalência de valores pressóricos elevados e o padrão alimentar inadequado demandam mais investigação sobre padrão alimentar e sobre outros fatores associados a esta situação.
 

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.