Interação Entre Ocorrência de Agravos à Saúde e Agregação de Fatores de Risco em Mulheres Acima de 50 Anos

Por: Jamile Sanches Codogno.

Revista da Educação Física - UEM - v.20 - n.3 - 2009

Send to Kindle


Resumo

Objetivos: Observar relações entre indicadores de risco à saúde e doenças entre mulheres com idade ≥50 anos. Métodos: Foram analisadas 106 mulheres com idade entre 50 a 84 anos. Questionário analisou a ocorrência de doenças. O teste de caminhada avaliou a aptidão física. O índice de massa corporal e a circunferência de cintura foram adotados como indicadores de adiposidade total e central, respectivamente. Resultados: O teste de caminhada relacionou-se com PAS (r= -0.31) e PAD (r= -0.21). Alto desempenho no teste de caminhada diminuiu a chance de reportar doenças do sistema osteomuscular e tecido conjuntivo (RC= 0.29). Com o aumento no número de fatores de risco, observou-se maior chance de estar adoentado. Conclusão: A agregação de diferentes fatores de risco (baixa aptidão física e elevada adiposidade) pode ser ferramenta útil na identificação do indivíduo em alto risco à saúde.

Endereço: http://periodicos.uem.br/ojs/index.php/RevEducFis/article/view/7284/4875

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.