Interação Pesquisa / Escola: Uma Análise Critica

Por: Luiz Alberto Batista e Paulo de Tarso Veras Farinati.

I Congresso internacional de Educação Física de Países de Língua Portuguesa

Send to Kindle


Resumo

O trabalho objetivou estimar o distanciamento entre a pesquisa e seu consumo por parte dos professores envolvidos na pré-escola e escola, bem como sua contribuição às aulas de Ed. Física. Usou-se o levantamento da Produção Científica Brasileira em Ed. Física I, entre os anos de 1973e 1988 (FARIA JÚNIOR e col., 1989), dividindo os trabalhos em 2 grupos: a) os que se utilizaram de disciplinas como fisiologia, biometria, biomecânica e treinamento desportivo visando competição e b) os voltados para a área pedagógica em geral, administração, sociologia, filosofia currículo e ideologia. Analisou-se os seguintes pontos: trabalhos voltados para a escola, sua contribuição às linhas de estruturação das aulas, contribuição de cada grupo e dados pertinentes aos seus cursos de origem. Usamos também uma check-list contendo 6 selecionadas, apresentando-a a 100 professores de escola, indagando-os acerca do seu conhecimento sobre elas. Concluiu-se que a produção científica está muito distante da escola, e mais ainda das aulas, e que o pouco que é produzido dificilmente chega às mãos do professor. Pretende-se chamar atenção para a necessidade da disseminação maciça dos conhecimentos académicos, colocando-os à disposição do professor, sugerindo que deve haver mudanças a) na atitude desses professores - assumindo sua condição de intelectuais da profissão que abraçaram (GHlRALDELLl JÚNIOR, 1988), as fim de buscarem soluções concretas e criteriosas às suas precárias condições de trabalho; b) dos cursos de pós-graduação - que devem conscientizar mais os futuros pesquisadores da necessidade de um referencial teórico para orientar os professores na consecução de novas atividades de forma não improvisada; e c) dos cursos de graduação - construindo com o aluno uma visão holística da criança, passível de ser trabalhada com a utilização de todo o corpo de conhecimentos da Ed. Fís., e capacitando-os a compreender o conhecimento produzido, evitando o que BETTI (1987) chama de "círculo vicioso" da desinformação. Destaca--se que tal preocupação é comum a todas as áreas da Educação: no último encontro da ANPEd esse problema foi pauta do GT - licenciatura, que propôs um projeto de pesquisa para examiná-lo - o que nos coloca lado a lado com a Educação como um todo, e não a reboque, como tem acontecido. Num momento de desvalorização profissional, configurada em algumas das propostas para a LDB da Educação, que omitem nosso papel na esfera educacional do país, crê-se termos dado um passo rumo à legitimidade, que nos permitirá prescindir de leis para continuarmos presentes no âmbito escolar.
* Apoio financeiro - CAPES

Comentários


:-)





© 1996-2020 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.