Interpretação da Força Propulsora no Nado Estacionário Através da Análise do Componente Principal

Por: , Aylton José Figueira Júnior, , Rodrigo Maciel Andrade e Vanessa Metz.

Revista Brasileira de Medicina do Esporte - v.24 - n.3 - 2018

Send to Kindle


Resumo

Introdução: A força propulsora na natação, representada através do impulso, está relacionada ao desempenho. Entretanto, já que diferentes parâmetros biomecânicos contribuem para a geração do impulso, os treinadores têm uma difícil tarefa ao buscarem a melhora do desempenho. Objetivos: Identificar os principais componentes envolvidos na geração do impulso na braçada do nado crawl. Métodos: Catorze nadadores foram submetidos ao teste de nado estacionário, totalmente all-out, com duração de 10 segundos. Os parâmetros de força mínima, força máxima, força média, tempo para força máxima, taxa de desenvolvimento da força e a duração da braçada foram obtidos a partir da curva força-tempo e, depois, foi realizada uma análise do componente principal. Resultados: A análise do componente principal revelou que o componente 1, predominantemente cinético, era composto pelos parâmetros de força máxima, força média e taxa de desenvolvimento da força e contava com 49,25% da variação total do impulso, enquanto que o componente 2, predominantemente temporal, composto pelos parâmetros de força mínima, duração da braçada e tempo para força máxima, representava 26,43%. Conclusão: Os parâmetros cinéticos (força máxima, força média e taxa de desenvolvimento de força) estão mais associados ao aumento do impulso e, hipoteticamente, ao desempenho no nado não estacionário. Nível de Evidência II; Estudos diagnósticos - Investigação de um
exame para diagnóstico.

Endereço: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_abstract&pid=S1517-86922018000300178&lng=en&nrm=iso&tlng=pt

Tags:

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.