Intertextualidade na Imprensa Escrita: Uma Leitura de Crônicas Esportivas do Jornal Folha de S. Paulo

Por: Losana Hada de Oliveira Prado.

2009 07/05/2009

Send to Kindle


Resumo

A presente dissertação tem por objetivo estudar as crônicas esportivas do caderno de esporte do jornal Folha de S. Paulo, examinando as marcas de intertextualidade que ocorrem no texto dos cronistas José Geraldo Couto, Tostão (Eduardo Gonçalves de Andrade), José Roberto Torero Fernandes Júnior, Juca Kfouri (José Carlos Amaral Kfouri) e Xico Sá. A pesquisa visa a contribuir com os estudos do texto, verificando de que forma processos intertextuais determinam a produção de sentidos. Para o embasamento teórico desse estudo, fundamentamos a dissertação na Lingüística Textual, na Teoria Literária e na Análise do Discurso. Assim, considerando a materialidade lingüística do texto, demonstramos que a identificação do intertexto é importante para o estabelecimento da interação e para a produção de sentidos na leitura das crônicas. A análise procura contemplar procedimentos teórico-analíticos. Nesse sentido, princípios cognitivos, ligados à produção de sentidos, à intertextualidade e à alteridade ocupam um lugar de destaque. Os resultados obtidos demonstraram que as crônicas futebolísticas solicitam do leitor a ativação de conhecimentos prévios para identificar a intertextualidade e produzir sentidos na leitura das mesmas. Todo o procedimento desta pesquisa propicia a comprovação de que, com o desenvolvimento dos estudos sobre a intertextualidade, não se pode mais pensar em textos puros ou em autoria sem influências

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.