Intervenção Multidisciplinar no Perfil de Risco Cardiovascular, Aptidão Física e Qualidade de Vida Relacionada à Saúde de Crianças Obesas

Por: Lisiane Schilling Poeta.

2011 00/00/0000

Send to Kindle


Resumo

O objetivo do estudo foi avaliar os efeitos de um programa de intervenção multidisciplinar no perfil de risco cardiovascular, aptidão física e qualidade de vida relacionada à saúde de crianças obesas. Métodos: 44 crianças com idades entre oito e 11 anos foram divididas em dois grupos: grupo caso (n=22) e grupo controle (n=22), pareados por sexo e idade. Mensuraram-se antes e após o programa: intensidade de atividade física e consumo alimentar, massa corporal, estatura, circunferência abdominal, colesterol total, HDL-colesterol, LDL-colesterol, triglicérides, glicemia, proteína C cutâneas (bíceps, tríceps, subescapular, suprailíaca, abdominal e panturrilha medial), perímetros (braço, panturrilha e quadril), desempenho dos testes de aptidão física (flexibilidade, força abdominal e força de preensão manual) e qualidade de vida relacionada à saúde autorreferida nos domínios físico, emocional, escolar, social, psicossocial e qualidade de vida geral. O grupo caso participou de um programa de 12 semanas consecutivas de exercício físico com atividades recreativas em três sessões semanais de 60 minutos e uma sessão semanal de orientação nutricional aos pais e às crianças. O grupo controle não participou da intervenção, porém, permaneceu no tratamento convencional (acompanhamento e aconselhamento médico tradicional). Resultados: 32 crianças completaram o estudo (16 em cada grupo). Ao final do programa, o grupo caso apresentou aumento na intensidade das atividades de subir escadas, pular corda e nadar, bem como na atividade física geral e reduziu o consumo de ovos no almoço. Também apresentou redução significativa nas seguintes variáveis: índice de massa corporal, colesterol total, LDL-colesterol, pressão arterial diastólica, espessura médio-intimal, dobras cutâneas do tríceps, subescapular, abdominal, perímetro do braço e somatório das dobras do tronco. Houve aumento significativo da força de preensão manual direita e abdominal. Também houve melhora na qualidade de vida nos domínios físico, emocional, social, psicossocial e na qualidade de vida geral. Não teve efeitos significantes na síndrome metabólica. O grupo controle apresentou aumento significante nas variáveis: massa corporal, circunferência abdominal, glicemia, proteína C reativa, dobras cutâneas subescapular e panturrilha medial, somatório das dobras do tronco, somatório das dobras dos membros, perímetros do braço e da panturrilha medial. Além disso, apresentou redução do HDL-colesterol, do colesterol total e da preensão manual direita. Conclusão: O programa se mostrou eficaz e seguro, sendo superior ao tratamento convencionalmente aplicado às crianças obesas. Mesmo com um curto período de intervenção evidenciou-se redução da aceleração da aterosclerose.

Endereço: http://repositorio.ufsc.br/xmlui/handle/123456789/95031

Comentários


:-)





© 1996-2017 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.